Dra Natasha Inspira

Vogue: dermatologistas da Crepaldi explicam sobre lifting

As dermatologistas Natasha Crepaldi e Kelly Da Cas são destaques em matéria da Vogue sobre Lifting facial, inclusive o lifting 7, desenvolvido pela Natasha. E claro, compartilhamos com vocês:

Lifting facial: 3 técnicas que prometem dar um up no rosto

Tratamentos minimamente invasivos, que não deixam cicatrizes, não exigem repouso absoluto ou pós operatório complicado, são ótimas alternativas para quem busca dar um up nos contornos do rosto.

Melhor ainda quando os resultados são preventivos e cada vez mais naturais, ou seja, respeitando a própria fisionomia. Foi-se o tempo em que se esticava daqui e volumizava acolá até o ponto de não se reconhecer mais na frente do espelho.

Como resposta surgem novidades nos consultórios que prometem resgatar a produção de colágeno, que diminui anualmente depois dos 30 anos, e, de quebra, harmonizar a arquitetura facial, fazendo um lifting imediato e duradouro nas regiões que mais sofrem com o envelhecimento biológico, caso das bochechas e papada. “Hoje, existem tratamentos com equipamentos ultramodernos e substâncias injetáveis que quando associados ajudam a compactar a gordura localizada e combatem a flacidez facial”, explica a dermatologista Natasha Crepaldi. Confira abaixo uma lista dos top protocolos:

Ultraformer

Queridinho das celebridades, de Kim Kardashian às atrizes brasileiras Juliana Paes e Juliana Silveira, o tratamento combina a tecnologia do ultrassom micro e macrofocado, na qual as ondas de calor emitidas criam pontos de coagulação localizados e, consequentemente, estimulam a produção de colágeno. O resultado? Textura da pele macia e contorno facial definido à longo prazo.

“No rosto e pescoço, usamos basicamente três tipos de ponteiras que agem de dentro para fora. A primeira destrói as células de gordura, enquanto a segunda atinge a fáscia muscular (lâmina de tecido conjuntivo que envolve cada músculo), fazendo com que ela se contraia e firme os ligamentos. Para finalizar, usamos uma ponteira menor que estimula a derme na produção de colágeno”, explica a dermatologista Kelly da Cas, da Clínica Crepaldi.

A sessão feita após anestesia tópica é sinônimo de momentos parte relax, parte incômodo – não dá para mentir. A sensação inicial lembra pequenos choquinhos, mas logo é amenizada por um ar geladinho refrescante, que também ajuda a aliviar o aquecimento e vermelhidão da pele. Após quase 45 minutos intensos, parece que você malhou todos os músculos do rosto.

O resultado é impressionante. Não só na hora dá para notar que a face deu um “up”, mas também depois de um mês ainda vemos a pele mais firme e as curvas delineadas. Há contraindicação? “O procedimento não é feito em gestantes, quem tem próteses metálicas ou áreas infeccionadas e inflamadas”, alerta Natasha Crepaldi. Recomenda-se 1 sessão (a partir de R$ 4.500) por ano.

Emptiers

“São enzimas injetáveis em nível subdérmico para diminuir o volume das bochechas. Elas fazem o esvaziamento das células de gordura superficiais ajudando a dar destaque nos contornos naturais do rosto sem afetar os pontos de sustentação”, explica Natasha.

A aplicação é feita após anestesia tópica e dura menos de 10 minutos. Dói? A primeira sensação é de uma picadinha leve causada pela agulha que logo é amenizada pelo massageador vibratório. “A substância também tem uma pequena quantidade de anestésico na composição, que controla a sensibilidade depois”, conta ela.

A recuperação também é rápida. “Você pode sair do consultório para realizar as atividades normalmente”. Recomenda-se 1 sessão, que custa a partir de R$ 1.200.

Lifting em 7

Trata-se da técnica desenvolvida pela dermatologista Natasha Crepaldi, que utiliza preenchedores à base de ácido hialurônico para dar mais definição e sustentação ao rosto de maneira supernatural, sem criar volume.
“Se o objetivo é afinar, podemos injetar a substância em pontos específicos, como, por exemplo, na região pré-auricular para criar tração”, sugere ela. “O desenho que faço nesse local lembra um 7, por isso o nome. Também é possível preencher pontos extras ao longo da mandíbula e do queixo para alongar e melhorar a arquitetura facial”, completa. Recomenda-se 1 sessão, a partir de R$ 8.400.

Compartilhe este conteúdo

Enviar Mensagem

Iniciar Conversar

Nosso Número

Clique para Ligar

Dra Natasha Inspira

Ver Lista de Posts